Projeto Piloto da Faixa Azul entra no terceiro mês de operação sem acidentes graves

Sinistros envolvendo moto dentro e fora da faixa vêm mantendo a redução e manteve-se a diminuição da lentidão no trecho



O Projeto Piloto da Faixa Azul para motocicletas completa três meses de operação na Avenida 23 de Maio, sentido Santana/Aeroporto, com um saldo positivo: não foi registrado nenhum acidente com vítima grave ou óbito envolvendo motos no local da faixa. Além disso, o número de sinistros dentro e fora da faixa vem se mantendo baixo a cada mês.

A fluidez continua apresentando melhoras com diminuição de 5,5% da lentidão (1,06 para 1,0) quando comparado ao mesmo período de 2019 (antes da pandemia). Para os técnicos na CET, ao organizar o fluxo de veículos, retirar as tachas da sinalização horizontal e orientar os espaços compartilhados, evitou-se os conflitos existentes entre autos e motos. Graças a isso, o trânsito fluiu sem as rotineiras disputas com buzinas, estresse e o hábito de mudança entre faixas sem necessidade (o famoso “costurar”).

Além disso, a faixa azul permanece com o índice de utilização de cerca de 88% pelos motociclistas nos horários de pico.


Os resultados comparativos nos três meses vêm sendo positivo. Os sinistros envolvendo motos em março foram:

  • Fora do espaço da faixa azul: quatro sem vítima e quatro vítima leve. Os motoristas dos veículos não sinalizaram a mudança de faixa com a seta e colidiram de leve com as motocicletas.

  • No espaço da faixa azul: um sem vítima e um com vítima leve, também causados pelo não uso da sinalização de seta ou pelo movimento brusco de troca de faixa.


Os sinistros envolvendo motos em fevereiro foram:

  • Fora do espaço da faixa azul: um sem vítima e um com vítima leve. Os motoristas dos veículos não sinalizaram a mudança de faixa com a seta e colidiram de leve com as motocicletas.

  • No espaço da faixa azul: três sem vítima e um com vítima leve, também causados pelo não uso da sinalização de seta ou pelo movimento brusco de troca de faixa.

Os sinistros envolvendo motos em janeiro foram:

  • Fora do espaço da faixa azul: sete sinistros sem vítima e quatro com vítima. Os motoristas dos veículos não sinalizaram a mudança de faixa com a seta e colidiram de leve com as motocicletas.

  • No espaço da faixa azul: quatro sem vítima e um com vítima leve, também causados pelo não uso da sinalização de seta ou pelo movimento brusco de troca de faixa.

  • Um funcionário que fazia a zeladoria no canteiro central da Avenida 23 de Maio, ao lado da faixa azul, foi atingido por um veículo que trafegava de forma perigosa no local

  • O motociclista que trafegava pela faixa azul teve um mal súbito (desmaio) e caiu dentro do espaço, mas não houve interferências ou acidentes envolvendo outros veículos.

O relatório trimestral será enviado para a SENATRAN – Secretaria Nacional de Trânsito. A CET já solicitou para a SENATRAN autorização para a expansão da Faixa Azul e aguarda a deliberação do órgão.

Histórico

A Faixa Azul, que funciona no trecho entre a Praça da Bandeira e o Complexo Viário Jorge João Saad, foi aberta oficialmente no dia 25 de janeiro de 2022. De lá para cá, os técnicos da Companhia de Engenharia de Tráfego – CET – vêm realizando o monitoramento diário dos índices de lentidão e acidentalidade com o objetivo de averiguar a funcionalidade da nova sinalização.


Recomendações

  • Respeite a sinalização;

  • Se necessitar pedir informações, proceda de forma a não comprometer a fluidez do trânsito;

  • Procure utilizar vias alternativas, evitando passar nas imediações do túnel.

  • Você sabia que cuidados simples podem ser adotados na prevenção da COVID-19, causada pelo coronavírus?

  • Use máscara no transporte público, terminais, áreas de embarque e desembarque, hospitais e unidades de saúde;

  • Lave as mãos frequentemente com água e sabão;

  • Evite aglomerações ou locais pouco arejados.


SECOM - Prefeitura da Cidade de São Paulo

Telefones: 3113-8835/ 3113-831

E-mail: imprensa@prefeitura.sp.gov.br

Sala de imprensa: imprensa.prefeitura.sp.gov.br

18 visualizações0 comentário