Indústria das Multas

Em sua luta contra a indústria das multas, Camilo Cristófaro acabou com 120 radares camuflados em caixas de aço que faziam rodízio por 240 pontos pela cidade de São Paulo.

Lutou por mudanças no radar que mais multava no Brasil: o da alça da 'Ponte das Bandeiras', cuja placa com a sinalização de restrição da via encontrava-se instalada irregularmente em local posterior ao equipamento e sem a visualização dos motoristas.
A conquista da nova sinalização, instalada em 2019, promoveu a
diminuição de 56% das multas.

643263-970x600-1 (1).jpeg

Destinou emendas parlamentares para sinalizar a Rodovia dos Imigrantes no trecho sentido litoral/capital, próximo ao Viaduto Matheus Torloni, onde foram instaladas sinalizações verticais (quatro grandes placas com as de 100km/h, 90km/h, 80km/h e 70km/h) e horizontais (quatro sonorizadores no solo), deixando claro aos motoristas as velocidades máximas permitidas na via.

AI_Image.png

Lutei e conquistei a transferência das ciclofaixas instaladas na frente das lojas da Avenida Duque de Caxias para o canteiro central e a via ganhou Zona Azul.

 

Sou autor da Lei das Tomadas Elétricas nº 17.336 (30/03/2020) que obriga os edifícios residenciais e comerciais da cidade de São Paulo a instalar tomadas para recarga de veículos elétricos com medição individualizada.

Conseguiu extinguir os radares que aferiam velocidade média entre dois pontos e ainda os oito radares instalados na base do Viaduto Amaral Gurgel, que autuava motoristas no sentido Leste/Oeste em direção ao Minhocão.
Graças à sua luta, as autuações registradas por radares em corredores de ônibus (que autuavam conversões à direita) foram extintas.

Saiba mais!

Clique na imagem para conhecer os trabalhos
Jornal.png
Motofretistas.png
Entulhos.png
Água Funda.png

VEREADOR CAMILO CRISTÓFARO

  • TikTok
  • Facebook ícone social
  • Instagram
  • YouTube
  • Twitter