De 1954 a 1958, o então Capitão e ex-coronel da Polícia Militar do Estado de São Paulo Camilo Cristófaro, pai de Camilinho, ocupou o cargo de ajudante de ordens no gabinete de Jânio Quadros, eleito Governador do Estado de São Paulo.

MOVIMENTO JUVENTUDE JANISTA

Nascido em São Paulo, em uma família com tradição na área automobilística, Camilo acompanhou a amizade entre Jânio Quadros, sua esposa Dona Eloá e os seus pais, durante a infância.

Em 1978, iniciou-se o período no qual Camilo Cristófaro acompanhou o ex-presidente às inúmeras palestras que Jânio Quadros ministrava nas Universidades.

Em 5 de maio de 1985, Camilo Cristófaro com 18 anos de idade, fundou e presidiu o Movimento da Juventude Janista (JJ), o maior movimento jovem da história do Brasil.

A Juventude Janista se tornou uma grande frente de apoio à candidatura histórica de Jânio à prefeitura da cidade de São Paulo.

Formada por 50 mil jovens integrantes oriundos de diversos estados, a JJ apoiou, defendeu e disseminou os ideais e propósitos de Jânio Quadros pelo Brasil.

Em 1987, Jânio Quadros, eleito Prefeito da Cidade de São Paulo, nomeou Camilo como seu único oficial de Gabinete.

O convívio com a grande figura pública de Jânio Quadros foi a herança que inspirou o político Camilo Cristófaro.

Patriotismo, admiração e amor aos temas públicos, austeridade, seriedade, autoridade, coragem, dom de execução, cuidados com o bem público e com a cidade, eram atributos da personalidade política de Jânio Quadros e formaram e despertaram a vocação para Camilo Cristófaro tornar-se um grande gestor.

História do jovem Camilo Cristófaro, fundador do Movimento Juventude Janista, o maior movimento jovem do cenário político na época em que foi criado.